Voltar para Pagina Inicial













As Metas da Recuperação

É um erro resumir-se a recuperação do dependente à manutenção da abstinência. A recuperação pressupõe todo um conjunto de mudanças na vida do dependente e que, são mais importantes que conter o desejo da droga. Compreender isso leva-nos a uma visão diferente tanto acerca da recuperação como das recaídas.

A recuperação definitiva implica em:

1. Libertação da droga vencendo o nosso desejo, disciplinando a nossa vontade e direcionando-a (a vontade) para a cura da dependência.

2
. Cultivo de um estado de ser bem equilibrado, sereno e realístico pela conscientização plena do que somos, de onde viemos e para onde vamos, de que como seres eternos em processo de evolução, estamos nos preparando para uma vida futura.

3
. Rendição incondicional à Vontade Divina, aceitando-a, respeitando-a e acatando-a como condição para o nosso crescimento individual.

4.
Mudança de valores, dando mais importância às questões da evolução espiritual do que às questões imediatistas da vida material.

5.
Mudança de atitude em relação a nós próprios, aos nossos relacionamentos com os outros, com Deus e com o mundo à nossa volta;

6
. Aceitação consciente das nossas limitações e deficiências, encarando-as como reais, mas passíveis de serem transformadas pelas virtudes que nos empenhamos em estimular em nós.

7
. Aceitação das deficiências e limitações do próximo - como aceitamos as nossas- principalmente daqueles que convivem conosco, encarando-as como instrumentos para o nosso crescimento individual, principalmente para o exercício do perdão.

8
. Capacidade de não nos sentirmos ofendidos pelo próximo devido ao entendimento da natureza exata nossos  atos e pelo entendimento da nossa própria realidade interior

9.
Vivência plena de todos os momentos felizes e/ou infelizes de nossas vidas, encarando-os como oportunidades de aprendizado e progresso.

10.
Reintegração a todas as áreas do nosso convívio social, plenamente adaptado (trabalho, escola, família).

11
.Integração às tarefas de ajuda ao próximo em qualquer comunidade, religiosa ou não.