Voltar para Pagina Inicial













Os Princípios básicos da Reforma Íntima

A Reforma Íntima é um processo que acontece através da mudança das nossas concepções, crenças e valores. Temos buscado internalizar novos valores através do conhecimento, da troca de experiências e da reflexão diária sobre nossos atos. Contudo, a internalização de novos valores também acontece através da prática de novos hábitos. Por isso, o Programa propõe a prática dos Princípios.

São  doze os Princípios básicos da Reforma Íntima:

1. Princípio da vida futura e da evolução:

A razão da nossa existência é a vida futura 

2. Princípio da Responsabilidade:

Sou o único responsável pela minha vida, pelas minhas ações e pelos meus sentimentos.

3. Princípio da neutralidade:

Não sou responsável  pelo ato praticado  por outra pessoa e não me envolvo com esse ato, mesmo que praticado contra mim.

4. Princípio do não-julgamento:

O nosso “reservatório moral” só nos permite julgar a nós mesmos.

5. Princípio da valorização do ser

Valorizamos o indivíduo separando-o do ato que praticou ou pratica.

6. Princípio da aceitação e da alteridade

Nada há de errado em mim, na minha vida, no mundo e no outro. Tudo acontece em perfeita consonância com o nível de evolução em que estamos. Aceitar essas condições, sem conformismo, implica compreendê-las como instrumentos para o nosso crescimento interior.

7. Princípio do perdão

Entendendo e aceitando a limitação de cada um, posso perdoar-lhes pelos atos praticados

8. Princípio da harmonia

Os conflitos resultam do choque entre deficiências incompatíveis entre si.  Para eliminar os conflitos basta que eu trabalhe a minha própria deficiência.

9. O Princípio do Diálogo

A habilidade e a disposição para ouvir e tentar compreender o outro é mais importante do que a capacidade de convencer, provar ou impor nossas idéias.

10. Princípio  do autoconhecimento

Descobrimos a liberdade e a paz quando aprendemos a viver sem máscaras, sendo quem realmente somos.

11. Princípio da autotransformação

Entendendo que todo apego é uma prisão, buscamos a liberdade na nossa autotransformação.

12.  Princípio do Amor

Entendendo que evoluir é capacitar-nos para o amor verdadeiro (universal, incondicional e libertador), resolvemos que é preciso seguir o roteiro proposto pela máxima  cristã “Amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”

Faça download da versão completa dos “Princípios básicos da Reforma Íntima”.
Clique aqui para baixar